17 de dezembro de 2021

Como funciona um container / contêiner reefer? Entenda

Marca

17 de dezembro de 2021

Como funciona um container / contêiner reefer? Entenda

O Brasil, por exemplo, é o maior exportador de suco de laranja do mundo, um dos maiores produtores de carne bovina e também vegetais. Portanto, tudo precisa chegar em bom estado e com agilidade a outros países, muitas vezes do outro lado do planeta!

Toda logística de uma carga, não importa qual o destino, deve ser bem planejada e, quando se trata de carga perecível, pharma ou foodgrade, os cuidados são redobrados. Por isso, o uso de um contêiner reefer — essa expressão vem do inglês refrigerated — é fundamental e indispensável. 

Mas você sabe como funciona este tipo de container? A importância dele e suas particularidades? Para responder essas dúvidas muito comuns, preparamos este post com as principais informações sobre o contêiner refrigerado. Confira!

O que é contêiner reefer? 

Os contêineres reefer trabalham como um compartimento com isolamento térmico para manter a temperatura interna no nível desejado. Esse tipo de container pode ser utilizado em  viagens marítimas curtas ou até mesmo longas.

Resumidamente, os contêineres reefer funcionam como uma grande geladeira, ou então, como aqueles caminhões frigoríficos, com sistema de resfriamento para transportar cargas perecíveis que precisam estar em baixas temperaturas para manter suas propriedades e qualidade. 

Como funciona?

Primeiramente, a estrutura desses contêineres é feita, na maioria dos modelos, de uma liga de aço galvanizado e alumínio — dois metais que são resistentes à corrosão e a ação do tempo - podendo suportar calor, frio, chuva e, inclusive, a salinidade do mar. Isso o faz resistente em climas nada favoráveis, sujeito a ocorrer durante um trânsito marítimo.

Já em relação à refrigeração, o isolamento térmico é feito de poliuretano - uma espécie de espuma - e a parte interna é de acabamento inox, para manter a temperatura, assim como um freezer ou balcão refrigerado. 

Agora, o maquinário para manter a temperatura interna controlada costuma ser instalado na parte frontal, do lado oposto da porta, composto pelo: compressor, condensador, controlador externo e evaporação.

Tudo isso para baixar e conservar a temperatura, geralmente, entre -25°C a 25°C, conforme a necessidade da carga; aliada a um eficaz isolamento térmico, a estabilidade da temperatura ambiente interna não sofre influências externas.

Para que serve?

Muitos produtos, para serem transportados, precisam estar em uma temperatura baixa e constante, como proteína animal, frutos do mar, vegetais e, inclusive, medicamentos e vacinas. Aliás, quer ver um exemplo de como esse transporte é essencial e deve ser bem pensado?

Durante a vacinação para a Covid-19, um dos grandes desafios dos cientistas não era apenas descobrir a fórmula para conter o coronavírus, mas como as doses seriam transportadas para todo o mundo. A vacina da Pfizer, por exemplo, precisa ser transportada a -70ºC para não perder suas características, sendo altamente recomendado o uso do equipamento refrigerado. 

Neste caso, supracitado, como a temperatura foge da gama de aplicação do reefer por si só, o uso de gelo seco, ou em casos extremos o uso de nitrogênio líquido, acaba sendo aplicado em complemento a refrigeração

Isso foi algo pontual, mas durante toda a história da logística é comum encontrar cargas que precisam de uma temperatura específica para ser transportada e, com isso, os contêineres  reefer entram em ação. 

Qual a importância?

Os contêineres reefer são importantes para a economia mundial porque abrem a possibilidade de transporte de muitos produtos que, sem este equipamento, seriam praticamente impossibilitados de realizar a importação ou exportação.

Um exemplo disso, além da vacina da Covid-19, como citamos, é a exportação de carne bovina. O Brasil exportou somente em setembro deste ano 187 mil toneladas de carne vermelha e, seu principal comprador, a China, fica do outro lado do planeta. Sem esse tipo de transporte, seria impossível a carne chegar ao país de destino em bom estado.

Particularidades do contêiner 

Uma das particularidades deste tipo de contêiner é que ele é totalmente lacrado, impedindo o acesso de qualquer coisa que possa contaminar o armazenamento, dando ainda mais segurança ao transporte. 

Ele também é feito em uma disposição que permite que o ar circule inteligentemente no espaço, permitindo o maior fluxo e, com isso, mantendo a temperatura igual em todo compartimento sem gastar muita energia.  

Eles são criados por engenheiros especializados para seguir todas as regulamentações e padrões de transportes definidos pelos órgãos responsáveis e também pelos países. Na maioria das vezes, o resfriamento é feito por ar que sai do chão, do teto e até das paredes do container. 

Se faz também necessária a perícia ao manipular este equipamento, uma vez que o mesmo é extremamente sensível em suas partes internas, e qualquer dano, mesmo que mínimo, pode inviabilizar a utilização do equipamento.

Exemplo é a impossibilidade de adentrar com empilhadeiras dentro do equipamento para estufagem ou desova do contêiner, visando manter a integridade do solo para o bom isolamento térmico.  

Modelos de contêiner refrigerado

Vale ressaltar que na logística existem dois tipos de contêineres que têm essa capacidade de refrigeração interna. Um deles, como vimos, é o reefer e o outro é o ventilated. A principal diferença é que este segundo é utilizado para cargas que precisam apenas de circulação de ar – sem refrigeração. 

Principais materiais e produtos transportados 

Os contêineres refrigerados podem transportar uma variedade de produtos, principalmente, no ramo da saúde, como a indústria farmacêutica. A maioria desses produtos precisa estar em uma temperatura baixa e controlada, qualquer variação pode pôr a validade e aplicação em risco. Outras cargas são: 

  • Carnes e derivados;
  • Leite e derivados;
  • Frutas e verduras;
  • Frutos do mar e peixes;
  • Produtos químicos;
  • Flores e plantas;
  • Fármacos.

Vantagens deste tipo de contêiner

O contêiner refrigerado substitui câmaras frigoríficas e isso ajuda na melhora da logística da carga, aprimorando ainda mais o transporte das empresas e trazendo maior economia no serviço. Isso porque os contêineres atendem uma gama de temperatura bem diversa, como informado acima. . 

Saindo um pouco da situação de transporte, o container reefer pode dar suporte a própria câmara frigorífica de uma empresa. Por exemplo, quando a demanda estiver maior, e a capacidade da câmara limitada, é possível alugar containers para resolver um problema sazonal. 

Obrigatoriedades e fiscalização

Vale salientar que a fiscalização em relação à carga refrigerada costuma ser mais rígida e intensificada, ainda mais pelo tipo de produto que se transporta, como alimentos e medicamentos. 

Por isso, é importante contar com uma empresa especializada em logística, assim como em transporte do tipo container reefer. A Windlog está presente em cinco continentes, com uma ampla rede mundial de agentes e mais de 40 anos de atuação no mercado. Se precisar de logística inteligente, entre em contato com nossa equipe. 

Windlog © Copyright 2021 – Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Prospecta.Digital
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram